Definição

O Certificado de Operações Estruturadas não é um produto de renda fixa, apesar de ser considerado assim pela CVM, bancos e corretoras.

O COE é um pacote fechado com diferentes ativos. O COE é uma caixa preta.

Normalmente, o emissor cria um CDB e usa a rentabilidade deste título para comprar opções em diferentes mercados (bolsa, dólar, juros, …).

Por isso, os retornos do COE, normalmente, são bastante diferentes da renda fixa. O investidor deve ter muito cuidado ao entrar nestes produtos.

Outro problema do COE é que os investidores não conseguem enxergar qual é o custo do produto. Ao colocar diversos ativos no mesmo pacote, fica impossível entender o quanto pagamos por estes ativos.

Outro problema é sua liquidez. Os COEs têm pouca liquidez, o que pode gerar altos custos se o investidor resgatar o produto.

Os COEs são altamente rentáveis para os emissores, por isso os gerentes de banco gostam tanto de vende-los.

Mas, se compreendidos adequadamente, COEs podem ser ótimas alternativas de alocar capital.

Os COEs podem montar operações interessantíssimas que não estariam disponíveis de outra maneira para a pessoa física.

Por exemplo, com um COE podemos apostar na alta da bolsa com capital garantido – e ter um sono tranquilo enquanto nosso capital trabalha para nós.

Empiricus

FGTS – Onde investir o seu saldo?

Caro leitor, a iniciativa do governo de liberar o saque de contas inativas do FGTS é uma boa notícia não só para quem precisa quitar dívidas, mas também para quem deseja investir esse dinheiro em aplicações que tragam um retorno real.