Aumento de capital

Definição

As companhias precisam de capital para tocar seus negócios. Este capital vem de duas fontes principais: acionistas e credores.

Normalmente, as empresas conseguem tocar investimentos e pagar suas dívidas com a geração de caixa do próprio negócio.

Mas, na crise atual, algumas companhias perdem margens e acabam tendo seu endividamento elevado a um patamar desconfortável. Em algumas empresas o pagamento de juros compromete todo o lucro dos acionistas.

Uma forma de reduzir o risco do endividamento elevado é fazer um aumento de capital – emitir ações para que os acionistas (novos ou antigos) injetem mais dinheiro na empresa.

Com o balanço reestruturado, a dívida pesa menos no balanço dando fôlego para a companhia tocar seu negócio.

Mas o aumento de capital significa que os lucros futuros da companhia serão menores para os acionistas atuais. O acionista que não participa comprando as ações terá direito a uma parcela menor dos lucros no futuro – ele é diluído.

Por isso, só faz sentido aumento de capital para empresas que têm problemas. Companhias lucrativas distribuem seus lucros via dividendos, e não precisam captar recursos de seus acionistas.

Empiricus

FGTS – Onde investir o seu saldo?

Caro leitor, a iniciativa do governo de liberar o saque de contas inativas do FGTS é uma boa notícia não só para quem precisa quitar dívidas, mas também para quem deseja investir esse dinheiro em aplicações que tragam um retorno real.