Achatamento da curva de juros

Definição

Assim como as ações, os juros futuros variam de acordo com as expectativas dos investidores. Mas a curva de juros permite movimentos mais complexos.

Normalmente, a curva de juros é positivamente inclinada. Algo parecido a uma rampa que começa mais íngreme e vai ficando mais suave com o tempo.

Mas ela muda de aspecto dependendo das expectativas do mercado e prêmio de risco.

Por exemplo, se o mercado espera elevação da Selic no curto prazo, a curva tende a subir nos vencimentos curtos e cair nos longos.

O racional é que subir juros (SELIC) reduz a inflação no futuro demandando menos juros lá na frente.

Chamamos este movimento de achatamento da curva – a curva fica um pouco mais reta. O valor dos juros curtos fica um pouco mais próximo dos juros longos.

Foi isso que vimos nos últimos dias, mas por um motivo diferente. O mercado tirou grande parte do prêmio de risco dos vencimentos mais longos.

O Empiricus Renda Fixa soube aproveitar este movimento. A Marília aproveitou este achatamento para entregar ótimos retornos aos seus assinantes nas últimas semanas.

Empiricus

FGTS – Onde investir o seu saldo?

Caro leitor, a iniciativa do governo de liberar o saque de contas inativas do FGTS é uma boa notícia não só para quem precisa quitar dívidas, mas também para quem deseja investir esse dinheiro em aplicações que tragam um retorno real.